Search
  • Carla Costa

Rita Conde e Silva

Se pudesses escolher uma frase, um texto, uma música ou um poema para te definir qual seria?

Música: “Io Sono l’altro” de Niccoló Fabbri (https://youtu.be/cLRe-RmVfic) pela melodia e sobretudo pela humanidade do poema que nos une como seres humanos que precisamos uns dos outros para …para tudo!

Poema

Eu sou o outro

Eu sou quem assusta

Eu sou aquele que dorme

No quarto ao teu lado

Eu sou o outro

Podes encontrar-me no espelho

A tua imagem refletida

o oposto de ti mesmo

Eu sou o outro

Eu sou a sombra do teu corpo

Eu sou a sombra do teu mundo

Aquele que faz o trabalho sujo

no teu lugar

Fui eu quem te antecipou no estacionamento e atrasou a tua partida

o marido da mulher por quem estás apaixonado

Eu sou o que eles contrataram quando te despediram

Aquele que dorme nas caixas da estação …sou o negro na varanda

Eu sou aquele que te parece mais sereno

porque nasceu com sorte ou apenas porque é vinte anos mais novo

O que vês são apenas as minhas roupas

agora dá uma volta e depois diz-me

Eu sou o véu

Que cobre o rosto das mulheres

cada escolha ou posição

que não se percebe

Eu sou o outro

Que vê o teu mesmo mar

da margem oposta

Eu sou o teu irmão

Aquele bonito

Eu sou o cirurgião que te vai operar amanhã, aquele que guia enquanto dormes

aquele que grita como um louco e está sentado ao teu lado

o doador que você estavaa à espera para o teu transplante

Eu sou o pai da criança deficiente que está em sala de aula com o teu filho

o diretor do banco onde você pediu uma hipoteca

aquele que foi condenado…. o primeiro ministro

O que vês são apenas as minhas roupas

agora vai dar um passeio e depois diz-me

e então diz-me

Conta-me

e então diz-me

Conta-me

e então diz-me

e então diz-me

Conta-me

Carla, frases há milhares…uma que reúne o que penso e como encaro a vida:

“Accept and embrace change and you and the world will change.” Rita Conde e Silva

Qual foi o maior desafio que viveste até hoje?

Pergunta difícil… têm sido tantos! Mas talvez ter voltado a Lisboa, à minha cidade, depois de 9 anos de vida intensa e marcante no norte de Itália. Quando voltei era uma pessoa tão diferente da rapariga que fui com apenas 19 anos e ainda mais diferente da sociedade Lisboeta e dos meus pares. Foi mesmo aprender a viver como um “peixe fora de água”, aceitar as diferenças que viver numa outra cultura me trouxe, fazendo força das coisas melhores e reatando laços com as minhas origens.


E qual foi o momento mais feliz?

Há tantos momentos tão felizes na minha vida pelo que acho que o mais feliz é sempre aquele que vai chegar amanhã e depois e depois…😊

Decidiste tornar-te consultora imobiliária porque…

Porque a minha é uma história de desafio. A cada década a vida apresentou-me sempre um novo desafio que por necessidade ou audácia abracei. Entrar num mercado como o imobiliário sobre o qual eu não conhecia absolutamente nada foi e tem sido uma enorme aventura diária e um dos grandes desafios que a vida me lançou!

De que forma é que a entrada neste mercado transformou a tua vida?

Desde o momento que abracei o projecto da GREAT vesti a camisola e li, estudei, fiz formações, perguntei de tudo a todos, e todos os dias foram pequenas conquistas do lugar onde estou hoje.

Mudou a minha vida, sobretudo, porque acredito estar a criar e dar vida a uma nova visão no sector imobiliário: uma nova visão mais profissional e mais humana, pois o meu trabalho diário é feito a pensar no que importa para as pessoas a quem ajudo e no que realmente é relevante para elas!

Mudou a minha vida porque voltei a Campo de Ourique, o bairro que me adoptou, “o meu Bairro”, quando depois de ter fechado a empresa de criação e comercialização de roupa (Pé de Roupa) que lá tinha feito nascer em 2003, depois de ter fechado a primeira Concept Store do Bairro (Bazaar Souk) e quando todos pensavam que não ia voltar…voltei como a pessoa que conheciam desde sempre mas com uma nova história, uma nova profissão e uma nova missão.

O que é que o teu trabalho acrescenta à vida dos teus clientes?

Depois destes quase 4 anos de trabalho acho que faço mesmo a diferença nas suas vidas! Os que não me conhecem de todo não estão à espera nem do meu profissionalismo nem da exigência constante que coloco no meu trabalho e muito menos estavam à espera do grau de humanidade (diria de amizade) que crio com eles. Na maioria dos casos ficam amigos para a vida: daqueles de ir jantar lá a casa e conhecer a família, sendo que a descrição que algum cliente me fez que mais me tocou foi “I never worry when you are there”.

Qual é a tua principal fonte de inspiração?

Criar e fazer algo de relevante para alguém. Sei que é estranha como fonte de inspiração…mas poder mudar algo no mundo ou no mundo de alguém inspira-me a aprender, a ser melhor e a superar-me!

Como descreves a experiência Share inspiration @ the Table?

Foi uma experiência ótima. Não conhecia nenhum dos participantes e fui de coração aberto, sem expectativas de nenhum tipo. Abracei a experiência pela experiência de conhecer realidades tão diferentes da minha e das que tenho contacto diariamente. Foi puro conhecimento das pessoas e das suas ”lutas” para concretizarem os seus sonhos!

A repetir!!

Let´s share inspiration porque… a vida só faz sentido se nos deixarmos tocar pelos outros e pelo que acontece à nossa volta.

www.facebook.com/ritacondeesilva


www.instagram.com/ritacondessa/


www.linkedin.com/in/rita-conde-e-silva-80466215/


0 views

FAZ PARTE DESTE UNIVERSO

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2020 Carla Costa. Todos os direitos reservados.