top of page
Buscar

Cátia Cartaxo

Se pudesses escolher uma frase, um texto, uma música ou um poema para te definir qual seria?

“Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito curta, para ser insignificante.”

Esta frase é habitualmente atribuída a Charles Chaplin e, embora se encontre com algumas variantes, ela traduz a minha forma de encarar a vida.

Creio que, tendo sempre presente que o recurso mais escasso de que dispomos é o tempo, devemos encarar cada obstáculo ou desafio como sendo especial, abordando-o com firmeza e ânimo, afinal, estamos a investir parte de nós nisso.

Qual foi o maior desafio que viveste até hoje?

Foi a mudança abruta e inesperada de rumo na minha vida profissional. Encontrava-me a exercer a atividade de técnica de radiologia, única realidade que conhecia até então e, subitamente, surge o desafio de abraçar uma profissão de consultoria imobiliária e tudo mudou. Na verdade, não sentia que a minha profissão na altura me fizesse feliz e, talvez tenha sido isso mesmo, que me fez saltar e mudar de rumo. Estava insatisfeita com a realidade que vivia e simplesmente virei a página.

E qual foi o momento mais feliz?

Não posso elencar o momento mais feliz, pois foram vários os momentos felizes e significativos até à data. Cada dia, cada conquista, são como blocos de felicidade, com os quais tenho erigido a minha fortaleza pessoal. Penso que devemos usar estes momentos para adoçar as provações inevitáveis, a fim de nos prepararmos constantemente para a próxima colisão.

Decidiste tornar-te consultora imobiliária porque…

Na realidade foi um mero acaso, literalmente, tropecei na consultoria imobiliária, ou seja, foi a profissão que me encontrou a mim e não o contrário. Foi por um acaso e sem existir qualquer previsão que fosse na área do imobiliário que eu encontraria a minha grande paixão. Lá cresci e aprendi imenso.

Entretanto, o teu percurso alterou-se e há 10 meses entraste no universo da gestão de condomínios e edifícios. Como está a correr?

Entrei na licenciatura de Gestão Imobiliária e descobri um mundo para explorar no imobiliário, essa abertura mostrou-me que esta área é muito mais do que só a mediação. A mediação é apenas a ponta do iceberg, e percebendo o mundo que existia para eu explorar, decidi que deveria tentar mudar o meu foco e observar outros universos antes de me poder especializar numa determinada área nesse ramo. É uma nova realidade, e está a ser bastante enriquecedor, todos os dias aprendo coisas novas e isso traz felicidade ao meu dia-a-dia profissional.

O que é que o teu trabalho acrescenta à vida dos teus clientes?

O meu trabalho existe para descomplicar a vida aos meus clientes, eu trato de todos os pormenores relacionados com o seu bem mais precioso. Os clientes apenas têm que usufruir do seu imóvel, ficando tudo o resto relacionado com questões técnicas e de segurança a meu cargo, seja encontrando a melhor solução para aquele elevador que avariou ou aquele técnico especializado que é necessário contratar e acompanhar. Assim, podem todos dedicar mais tempo às atividades que realmente os preenchem, sejam atividades de lazer ou simplesmente passar tempo com a sua família.

Qual é a tua principal fonte de inspiração?

O universo. Procuro inspiração nas coisas que se encontram no seu estado puro, sem intervenção do Homem.

O ser humano partiu da natureza para o artificial, mas, quando os pensamentos se tornam confusos e perdemos a orientação, devemos regressar ao ponto de partida.

A mesma natureza que nos deu a rampa de lançamento, pode bem inspirar novos e eternos ciclos de criação.

Como descreves a experiência Share inspiration @theTable?

Foi uma experiência única e bastante proveitosa. Motivou uma reflexão sobre o que já tinha alcançado e qual o melhor caminho para chegar onde quero. Foi um caldeirão de novas realidades e perspectivas, onde compreendemos que todos temos o poder de mudar a nossa vida e, com o nosso exemplo, incitar aqueles com que nos cruzamos a almejar tornar realidade as suas ambições.

Let´s share inspiration porque…

As experiências dos outros podem alimentar os nossos sonhos e, se formos capazes de sonhar, seremos capazes de alcançar.




159 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page